Bom dia! Santa Fé do Sul/SP, Quarta-Feira, 20 de Junho de 2018
Geral

Ford vai desistir de maior parte de sedãs nos EUA, incluindo Fusion e Fiesta

26 Abril 2018 - Atualizado há 2 meses
25

 A Ford revelou nesta quarta-feira (25) um plano para cortar custos e impulsionar as margens de lucro em ritmo mais rápido que o anunciado anteriormente, algo que inclui desistir de modelos tradicionais de sedãs na América do Norte, como Fusion e Fiesta, cada vez mais impopulares entre os consumidores.    

 A segunda maior montadora de veículos dos Estados Unidos agora planeja cortar US$ 25,5 bilhões em custos até 2022, ante US$ 14 bilhões previstos no plano anterior anunciado no ano passado.    

 O presidente-executivo da Ford, Jim Hackett, afirmou a investidores que a companhia está passando por um "profundo reposicionamento" de suas operações e pode sair de negócios não lucrativos.    

 A Ford "não vai investir em novas gerações de sedãs tradicionais para a América do Norte", incluindo Fusion, Fiesta e Taurus, disse a montadora.    

 Respondendo à mudança na demanda dos consumidores em direção a utilitários esportivos (SUVs) e picapes, a Ford afirmou que planeja reduzir seu portfólio de carros na América do Norte a apenas dois modelos: o esportivo Mustang e o crossover compacto Focus Active a partir de 2019.    

 No comunicado, a empresa não informou de que modo isso pode influenciar nas operações no mercado brasileiro. 

Reestruturação   

 A companhia tem sido pressionada por investidores em Wall Street para melhorar sua linha de produtos e margens de lucro. Em 2017, o lucro antes de impostos da Ford caiu para US$ 8,4 bilhões ante US$ 10,3 bilhões um ano antes.   

 "Vamos reestruturar conforme seja necessário e seremos decisivos", disse o executivo. "Vamos cuidar da parte saudável de nossos negócios" e dispensar operações marginais, disse Hackett.    

 A Ford espera margem de lucro antes de impostos de 8% no mundo e 10% na América do Norte até 2020, antes da meta anterior de 2022. 

Marvel completa 10 anos nos cinemas com 19 filmes